ALUNOS VESTEM ROSA NA PRIMEIRA QUARTA-FEIRA DE OUTUBRO

Estudantes do Departamento de Comunicação Social aderiram nessa quarta-feira, dia 3 de outubro ao movimento “às quartas feiras, nós usamos rosa”. O evento que começou nas redes sociais ganhou repercussão e faz referência ao filme Meninas Malvadas, porém a atitude de vestir rosa tem um outro significado: abraçar à campanha de conscientização sobre o “Outubro Rosa”.

O filme Meninas Malvadas (Mean Girls, 2004), é um ícone cinematográfico de toda uma geração de adolescentes. “Em 3 de outubro, ele me perguntou que dia era”. Esse é um dos momentos clássicos do filme, em que Cady (Lindsay Lohan) registra sua primeira interação com o crush Aaron Samuels (Jonathan Bennett).  A questão é que além disso, em 2018, a data coincidiu com uma quarta-feira, outra referência para os admiradores da produção. Para integrar o grupo de patricinhas de Regina George (Rachel MCAdams) no ensino médio, é preciso aceitar as regras e uma delas é usar rosa às quartas-feiras.

Fãs do filme que celebram o Mean Girls Day em homenagem à comédia juvenil, preencheram as redes sociais com as hashtags, #MeanGirlsDay, #OnWednesdaysWeWearPink e #3deOutubro, ocupando a posição dos assuntos mais comentados (trending topics).

Foto: Valdecir Emboava (aluno de jornalismo)

Inspirados inicialmente pelo Mean Girls Day, os alunos do segundo semestre dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas resolveram vestir rosa e aproveitaram para demonstrar espontaneamente o apoio ao movimento de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, conhecido mundialmente como Outubro Rosa. Os alunos que tiveram nessa quarta a disciplina de Fotojornalismo contaram com o auxílio do Prof. João Rangel para colocar em prática os conhecimentos e fizeram uma sessão fotográfica em apoio a campanha.

Dados alarmantes divulgados pelo Instituto Nacional de Combate ao Câncer (INCA), destacam que a cada 100 mil mulheres, cerca de 56 desenvolvem a condição do câncer de mama. Se descoberta cedo, a doença pode ser tratada e curada.

Isso é a comunicação disseminando educação e informação, ligada ao que acontece nas mídias e colocando em foco assuntos importantes como a saúde da mulher.

Fique atento ao que acontece na Comunica.

Acompanhe nossas redes sociais!

Valeska Migotto

ACI/UNITAU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *