Omnichannel: a estratégia de comunicação e vendas que vem com tudo na era pós-pandemia

Em um ano tão desafiador como 2020, se tem uma lição que o período de isolamento social causado pelo novo coronavírus já deixou, sobretudo no campo dos negócios, esta lição é: pulverize a sua comunicação e nunca coloque todos os ovos de sua estratégia de vendas na mesma cesta. O que apesar de já ser algo bem possível antes mesmo da pandemia, ainda não é a realidade vivida pela maioria das empresas.

Pesquisa inédita realizada pela Fortics, que é especialista em comunicação automatizada e soluções omnichannel, revela que mais de 95% da distribuição de mensagens realizadas pelos seus clientes concentram-se no WhatsApp. O que é uma ótima notícia, visto que, segundo dados oficiais, o aplicativo é utilizado por cerca de dois bilhões de pessoas em mais de 180 países.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

Para se ter uma ideia da relevância desse segmento, principalmente na era pós-pandemia, ainda segundo pesquisa da Fortics a quantidade de mensagens trocadas em setembro deste ano entre empresas e clientes cresceu 68% na comparação com o mês de janeiro.

Agora imagine se essas empresas aproveitassem esse crescimento no número de trocas de mensagens instantâneas para expandir os seus serviços rumo a canais como Webchat, Telegram, Messenger e Instagram, por exemplo. Com certeza, o alcance do público também teria um aumento.

No mundo hiperconectado em que vivemos, a maneira como uma empresa se comunica com seu público é cada vez mais importante e pode fazer toda a diferença.

Este novo cenário une negócios de diferentes perfis em torno do mesmo desafio: atender às expectativas do consumidor mais exigente de todos os tempos, o consumidor digital.

Como sua empresa tem se preparado para isso? Será que seus clientes estão sendo atendidos como eles esperavam?

Seja como for, sabemos que essa tarefa não é fácil. Afinal, o mundo digital muda a todo momento, e atender às expectativas já não é o bastante. Agora é necessário superá-las.

E para conseguir tal feito, a estratégia mais importante é estar onde seus clientes estão, oferecendo uma comunicação automatizada, que mantenha o lado humano do atendimento e garanta a praticidade tão valorizada em um momento no qual tudo e todos estão sempre conectados.

Praticidade é o que faz do smartphone o dispositivo preferido entre os brasileiros, e faz o WhatsApp ser, mais do que um aplicativo de comunicação popular, o meio que possui a maior taxa de resolutividade entre todos os outros.

Sendo assim, a palavra de ordem é investir, cada vez mais, em conveniência, aderindo não só à automação do próprio WhatsApp, mas de outros canais que possam vir a complementar e aprimorar os serviços prestados.

Aprendamos, portanto, com o passado e presente a nos precaver dos riscos inerentes a uma era de transformação constante, na qual se sairá melhor quem souber se antever a mudanças e diversificar, constantemente, sua atuação em um mercado na qual a comunicação vem rendendo não só grandes discussões, como oportunidades infinitas de crescimento.

Francisco Pinheiro Neto, CEO da Fortics

Fonte: Vianews Comunicação – Michelly Siqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *