Cresce número de pessoas com a saúde mental prejudicada

O número de pessoas que desenvolveram depressão, ansiedade ou outra doença que afeta a saúde mental, cresceu no ano de 2020 e 2021 devido a quarentena e a pandemia da Covid-19.

Assim como a física, a saúde mental é uma parte integrante e complementar à manutenção das funções orgânicas. Nesse contexto, a promoção da saúde mental é essencial para que o indivíduo tenha a capacidade necessária de executar suas habilidades pessoais e profissionais. Além disso, a saúde mental é um importante fator que possibilita o ajuste necessário para lidar com as emoções positivas e negativas. Investir em estratégias que possibilitem o equilíbrio das funções mentais é essencial para um convívio social mais saudável.

A mudança brusca que a quarentena trouxe na rotina e na vida das pessoas trouxe impactos também na saúde mental. Um estudo realizado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) mostra que os casos de depressão aumentaram 90% e o número de pessoas que relataram crises de ansiedade e estresse agudo mais que dobrou entre março e abril de 2020.

Por termos que ficar em casa durante a pandemia, a falta de cuidado misturado com a pressão que este período nos trouxe, prejudicaram o bem-estar da população emocionalmente. Além da jornada de trabalho, que aumentou durante a pandemia, em decorrência da falta de limite entre trabalho e vida pessoal.

Segundo a Psicóloga Camila Nogueira, existem alguns hábitos que podem ajudar a cuidar das nossas emoções. “Buscar ajuda quando necessário, praticar atividade física regularmente, evitar uso de medicação sem prescrição médica, reservar tempo para lazer, são pequenos hábitos que ajudam a manter uma boa saúde mental.”

Portanto, nos cuidar emocionalmente, pode evitar doenças que prejudicam o comportamento e o bem-estar do indivíduo, como a ansiedade e a depressão. É necessário estar atento a sinais das respectivas doenças para poder ajudar e evitar problemas maiores.

Pedro Boaventura

 

*conteúdo produzido pelos alunos do 2º semestre de jornalismo para a disciplina fotojornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *